os seus recursos. os seus limites os seus recursos. os seus limites os seus recursos. os seus limites os seus recursos. os seus limites os seus recursos. os seus limites os seus recursos. os seus limites

Valorização Económica de Bens e Serviços Ambientais

O que é?
Permite valorar economicamente o serviço/bem que a natureza produz e que é utilizado pelo Homem, mas que não tem um valor de mercado expresso.

Qual é a utilidade dessa informação?
Integrar esta quantificação nas políticas locais permite:
• Compreender o valor do capital natural do território;
• Repensar o território de forma mais integrada e inteligente, com efeitos sobre a qualidade da vida das populações;
• Realizar análises de custo/benefício mais realistas, que promovam efetivamente a sustentabilidade do território, conciliando a visão económica com a conservação da natureza.

O que pode ser valorado?
• Serviços de suporte, como a formação do solo, os ciclos de água e nutrientes;
• Serviços de regulação, como a regulação da erosão, resiliência ao fogo e a polinização;
• Serviços de aprovisionamento, como os alimentos, madeira, os produtos silvestres, ou a água.
• Serviços culturais, como o recreio o recreio e lazer, benefícios estéticos, bem-estar físico e espiritual, sentido de pertença, educacionais e patrimoniais