os seus recursos. os seus limites os seus recursos. os seus limites os seus recursos. os seus limites os seus recursos. os seus limites os seus recursos. os seus limites os seus recursos. os seus limites

interior

Informações Úteisadmin

A maioria vive nas cidades do litoral e olha para o resto do país, para o interior, com um misto de curiosidade e desconhecimento; os que se atrevem a indagar, sobre o que é isto do interior, ficam muitas vezes surpresos. Surpresos porque o Portugal interior é fantástico.

O que nos falta no interior?

A biodiversidade, tem uma enorme densidade e diversidade, atinge padrões ímpares à escala da Europa, a história da Terra assim fez com esta parte da península seja particularmente rica em espécies, muitas delas já desaparecidas de outros territórios. O património construído é de uma rara beleza e retrata magnificamente a ocupação destas paragens pelo Homem desde tempos imemoriais. Culturalmente, desde as tradições e costumes até à gastronomia e ao cante, somos particularmente ricos.

Temos tudo o que há de melhor. E até as acessibilidades, indispensáveis para nos pormos rapidamente onde desejamos, são hoje excelentes.

O que nos falta então? Nada, não nos falta nada para sermos mais prósperos.

Ou falta-nos, quiçá, acreditar em nós e em todo o potencial de recursos de que dispomos? Falta-nos atitude.

Este, é pois, um território com imensas potencialidades. Com tantas parcelas positivas, como conseguimos então o “milagre” da pobreza, despovoamento e desertificação?

Se o turismo é uma oportunidade para o país, muito mais o é para o interior. E nesta matéria acrescentamos ainda, como todos o sabemos, as magnificas infra-estruturas que temos, designadamente, ao nível do alojamento.

O turista de hoje procura programas personalizados e de qualidade, que se traduzam numa maior seletividade dos consumos, na procura de uma melhor qualidade de vida, no maior interesse pelo meio e no crescente encontro de culturas. Isto é, um produto turístico à medida do Alentejo, onde é indispensável a participação ativa da população local. Resta ainda uma outra boa notícia, é que, pela qualidade e exclusividade que temos, o turista está disposto a pagar mais.

Que melhor oportunidade temos para aproveitar?

Na TTerra conhecemos e vivemos o “local” e isso dá-nos uma posição priviligiada para vos ajudar a criar lugares sustentáveis e produtos turísticos integrados à medida da procura dos diferentes mercados. Produtos turísticos que contempelam a dimensão cultural e social local onde os principais atores são as populações e agentes locais.

Nestes projetos, com este tipo de DNA, queremos ser seu parceiro, contate-nos para trabalharmos em conjunto.