os seus recursos. os seus limites os seus recursos. os seus limites os seus recursos. os seus limites os seus recursos. os seus limites os seus recursos. os seus limites os seus recursos. os seus limites

A sustentabilidade dos percursos pedestres

Informações Úteisadmin

Não há dúvida que cada vez mais a população urbana procura o campo, a natureza e os espaços abertos, onde é possível o contacto directo com elementos naturais. A melhor forma de o fazer é através de percursos pedestres. Por sorte caminhar pode fazer parte da nossa vida quotidiana já que não há exercício físico mais rentável no que respeita à saúde. Nenhuma outra actividade física proporciona tantos benefícios ao organismo com tão pouco esforço.
Os percursos pedestres são trilhos devidamente escolhidos e sinalizados com o objetivo de serem percorridos por um variado leque de pessoas, com informação disponível, como o grau de dificuldade, extensão, duração aproximada, património natural e construído observável. Em traços gerais estes percursos têm como principal objectivo aliar o contacto com a natureza e a exploração de novos locais com realidades naturais e culturais diferentes das do turista ou visitante.
Complementarmente, os percursos pedestres permitem encurtar distancias, facilitam a mobilidade e contribuem signitifcativamente para a melhoria da qualidade de vida local.
Varias iniciativas na Europa atendem na escolha e no traçado dos percursos à participação das populações locais, promovendo dessa forma a participação e cooperação da comunidade.
Os percursos pedestres são infraestruturas sustentaveis que aliam o equibrio ecologico, com desenvolvimento economico associado à oferta de um produto turistico e promovem a integridade social das comunidades.
Cerca de 80% dos europeus vive em cidades, distantes do meio natural onde todos temos origem. Por isso, nos últimos anos tem-se vindo a desenvolver uma nova consciência ambiental associada a esta actividade.
Acreditamos que uma rede de percursos pedestres promove a identidade territorial de um Concelho/Região e serve de base para a sustentabilidade.
Para mais informações:
Maria João Figueiredo mjoaofigueiredo@tterra.pt