os seus recursos. os seus limites os seus recursos. os seus limites os seus recursos. os seus limites os seus recursos. os seus limites os seus recursos. os seus limites os seus recursos. os seus limites

Águas subterrâneas em Angola

Recursos HídricosTTerra

Águas subterrâneas em AngolaEstudos realizados pela Universidade da Namíbia permitiram identificar um importante aquífero no norte daquele país, e que expectavelmente se prolonga pelo território angolano embora os seus limites aqui não sejam ainda conhecidos.

Em território da Namíbia, a reserva de água do aquífero foi avaliada em 5 biliões de metros cúbicos [aproximadamente 5000 Albufeiras de Castelo de Bode (Zêzere, Portugal) e 1900 albufeiras do Gove (Cunene, Angola)], estimando-se um volume total de 20 biliões para todo o sistema, que inclui o território de Angola.

Para a avaliação desta descoberta importa referir que na região a precipitação média anual é de 409 mm, a evapotranspiração atinge valores anuais de 402 mme a recarga é da ordem de 8 mm/ano ou seja trata-se de uma região de grande deficit hídrico (Wanke et al, 2008).

É atualmente em Angola que está a principal origem de água, no Rio Cunene, que através da Barragem de Calueque abastece a região norte da Namíbia. Existindo desde há várias décadas uma colaboração entre os dois Estados na gestão dos recursos hídricos que deverá ser alargada ao aquífero recentemente descoberto.

Os estudos concluíram que a água do aquífero é de muito boa qualidade. Contudo o aquífero confina com formações aquíferas contaminadas por água salobra. Esta situação exige um extremo cuidado na exploração do aquífero sob pena de se promover a mistura das águas e contaminação do aquífero recentemente descoberto.

Angola e a Namíbia têm mais uma oportunidade de cooperação na gestão da água e de desenvolvimento do conhecimento no domínio dos recursos hídricos.

Em matéria de recursos hídricos, na TTerra dispomos dos conhecimentos para auxiliar os governos locais, os donos de obras, e o industrial. Contate-nos.

 

Fontes:

Wanke, H. Dünkeloh A. , Udluft P. Groundwater Recharge Assessment for the Kalahari Catchment of North-eastern Namibia and North-western Botswana with a Regional-scale Water Balance Model. Journal Water Resources Management, vol. 22, no. 9, pp. 1143-1158, 2008

Servaas van den Bosch. Too soon to tap Namibias’s groundwater find, experts say. Science and Development Network. (October, 9 2012).

OKACOM – Comissão Permanente das Águas da Bacia Hidrográfica do Rio Okavango in http://www.okacom.org/okacom-commission-pt