os seus recursos. os seus limites os seus recursos. os seus limites os seus recursos. os seus limites os seus recursos. os seus limites os seus recursos. os seus limites os seus recursos. os seus limites

TTerra - Engenharia e Ambiente, Lda.

A TTerra é uma empresa de consultoria independente especializada no domínio da Engenharia, Ambiente e Ordenamento do Território. Actuamos desde 1991 no caminho do desenvolvimento sustentável e da responsabilidade social. Acreditamos na palavra inovação, no caso eco-inovação, no desenvolvimento sustentável, nos seus vários contextos e nas suas diversas formas, constituindo, para além de um desígnio, uma parte muito significativa da nossa Missão. Este é o nosso espaço online. Visite as diferentes secções para ficar a conhecer um pouco melhor a empresa e os nossos serviços, ou então esta página que é o nosso blog corporativo, onde poderá encontrar sempre a informação mais actualizada e pertinente das diferentes áreas em que actuamos. Obrigado pela sua visita!

Controlo de plantas infestantes nos taludes das lagoas de retenção dos efluentes pecuários

Gestão Ambiental, Informações Úteis
Maria Joao Figueiredo

» Ler mais…

Valoração dos Serviços dos Ecossistemas

Gestão Ambiental, Informações Úteis
TTerra

Quanto vale o trabalho das abelhas na polinização das culturas agrícolas? Quanto vale a capacidade de reciclagem de nutrientes dos ecossistemas? Quanto vale a pureza da água de uma montanha? Quanto vale a capacidade de processamento da poluição dos nossos solos e linhas de água? Quanto vale o bem-estar proporcionado por um passeio na natureza? Quanto vale uma paisagem natural? Quanto vale o reservatório de carbono de uma floresta, de um sapal ou de uma turfeira? Quanto vale a protecção auferida por um cordão dunar? Estas perguntas ilustram alguns dos serviços prestados pelos ecossistemas que normalmente não são valorizados economicamente e, por essa razão, não são considerados nas opções de desenvolvimento do território. » Ler mais…

Gerenciamento de Resíduos de Serviços de Saúde

Gestão Ambiental, Projectos TTerra
TTerra

Ação de formação
9-12 fevereiro 2014
Cascais (Portugal)

http://www.formacaosustentabilidade.eu/brasileiros-formacao.html

Esta ação tem como objectivo transmitir conhecimentos sobre gerenciamento de resíduos de serviços de saúde/resíduos hospitalares, para profissionais e decisores.

Oferece-se a oportunidade de, num período de tempo relativamente curto, cada participante conhecer ferramentas de apoio às atividades de gerenciamento de resíduos de serviços de saúde e, um contacto direto com as principais tecnologias.

suinicultura

Gestão Ambiental, Opinião
Carlos Cupeto

A atividade pecuária, em particular a suinicultura, é um excelente exemplo para retratar o país que somos e que não devemos ser. Estamos em presença de um sector empresarial com largas tradições económicas e sociais no país. Incontornável. Ou será que se quer importar ainda mais carne do que aquela que já se importa? » Ler mais…

Estratégia municipal para a conservação e valorização da natureza e da biodiversidade

Gestão Ambiental, Informações Úteis
admin

A Estratégia Municipal para a Conservação e Valorização da Natureza e da Biodiversidade constitui uma oportunidade para localmente se atuar na melhoria do estado de conservação da natureza e da biodiversidade e assegurar a sobrevivência do património natural face aos processos globais e regionais e locais que ameaçam esses valores. » Ler mais…

Intervenções em Rede Natura 2000

Gestão Ambiental, Informações Úteis
admin

A Rede Natura 2000 consiste numa rede ecológica definida para o espaço Comunitário da União Europeia, que decorre da aplicação das Directivas nº 79/409/CEE (Directiva Aves) e nº 92/43/CEE (Directiva Habitats). Tem como finalidade assegurar a conservação a longo prazo das espécies e habitats mais ameaçados do espaço europeu e, assim, contribuir para a salvaguarda da biodiversidade. É constituída pelas Zonas de Protecção Especial (ZPE), destinadas a garantir a conservação das espécies de aves listadas no anexo I da Directiva Aves, e pelas Zonas Especiais de Conservação (ZEC), que visam assegurar a conservação dos habitats naturais e dos habitats das espécies da flora e da fauna selvagens, ameaçados e listados nos anexos I e II da Directiva Habitats. » Ler mais…

Levantamento da Ocupação do Solo do Concelho de Mafra – um contributo dos SIG para a sustentabilidade do Concelho

Gestão Ambiental, Projectos TTerra, Sistemas de Informação Geográfica
Paulo Ribeiro

Nos últimos anos, Portugal tem vindo a ser um dos países Europeus mais afectados por incêndios florestais. Apresenta recorrentemente uma das maiores percentagens de área de floresta ardida. Segundo dados recentes da Autoridade Florestal Nacional (AFN), entre 2000 e 2009, mais de 1.500.000 ha de espaços florestais portugueses foram afectados por fogos, em consequência de cerca de 250.000 ocorrências registadas nesse período. Esta década traduziu-se, portanto, numa média anual de 150.000 ha de área ardida, correspondentes a 25.000 ocorrências/ano. Este valor encontra-se ainda longe da meta estabelecida no Plano Nacional da Defesa da Floresta Contra Incêncidos (PNDFCI), que aponta como média máxima 100.000 ha/ano ardidos. » Ler mais…

Responsabilidade Ambiental (Decreto-Lei n.º 147/2008, de 29 de Julho)

Gestão Ambiental, Informações Úteis
Ines Coelho

No dia 1 de Agosto de 2008, entrou em vigor o Decreto-Lei n.º 147/2008 que estabelece o regime jurídico da responsabilidade por danos ambientais e transpõe para a ordem jurídica nacional a Directiva n.º 2004/35/CE do Parlamento Europeu e do Conselho, de 21 de Abril de 2004, que aprovou, com base no princípio do poluidor-pagador, o regime relativo à responsabilidade ambiental aplicável à prevenção e reparação dos danos ambientais. Este conceito de responsabilidade ambiental, para além do dever de reparação, estabelece ainda que os operadores devem actuar de forma preventiva quando se verificar uma ameaça eminente de dano ao ambiente ou de novos danos subsequentes a uma lesão já ocorrida. Esta responsabilidade assenta num critério de nexo de probabilidade e não de causalidade, ou seja, bastará o facto danoso ser apto a provocar uma lesão. » Ler mais…

Obra, Ambiente e Quase Tudo

Gestão Ambiental
TTerra

Há trinta anos a palavra “ambiente” quase que não existia. Duas décadas depois, essencialmente por uma necessidade prática, surge o Acompanhamento Ambiental de Obra (AAO). O AAO é, provavelmente, o melhor exemplo da evolução e aplicação de conceitos em matéria de ambiente. A prática e a necessidade, designadamente da aplicação de vária legislação ambiental como a avaliação de impacte ambiental, instituíram, progressivamente o AAO. Objectivamente o AAO surge pela necessidade prática de minimizar os impactes ambientais negativos e potenciar os positivos, decorrentes da fase de construção de um determinado projecto. Às vezes a porção de território afecta é muito grande, como na Central Fotovoltaica da Amareleja (Moura). » Ler mais…

Actividade Pecuária em discussão

Eventos TTerra, Gestão Ambiental, Informações Úteis, Recursos Hídricos
Monica Brito

Regime de Exercício da Actividade Pecuária em discussão em Vila Franca de Xira

Teve lugar no dia 6 de Fevereiro em Vila Franca de Xira um workshop subordinado ao tema Novo Regime de Exercício da Actividade Pecuária (REAP). Organizado pelas empresas TTERRA e TECNIPEC, este encontro pretendeu reunir empresários e técnicos do sector pecuário com entidades licenciadoras e reguladoras para discussão do recente REAP, consagrado no D.L. Nº.214/2008 de 10 e Novembro, que entrará em vigor a 11 de Fevereiro de 2009. » Ler mais…