os seus recursos. os seus limites os seus recursos. os seus limites os seus recursos. os seus limites os seus recursos. os seus limites os seus recursos. os seus limites os seus recursos. os seus limites

TTerra - Engenharia e Ambiente, Lda.

A TTerra é uma empresa de consultoria independente especializada no domínio da Engenharia, Ambiente e Ordenamento do Território. Actuamos desde 1991 no caminho do desenvolvimento sustentável e da responsabilidade social. Acreditamos na palavra inovação, no caso eco-inovação, no desenvolvimento sustentável, nos seus vários contextos e nas suas diversas formas, constituindo, para além de um desígnio, uma parte muito significativa da nossa Missão. Este é o nosso espaço online. Visite as diferentes secções para ficar a conhecer um pouco melhor a empresa e os nossos serviços, ou então esta página que é o nosso blog corporativo, onde poderá encontrar sempre a informação mais actualizada e pertinente das diferentes áreas em que actuamos. Obrigado pela sua visita!

Desenvolvimento Urbano Sustentável Integrado – Política de Coesão 2014-2020

Informações Úteis
TTerra

Dados recentes da Comissão Europeia revelam que cerca de 68% da população vive em regiões metropolitanas, que no seu conjunto geram 67% do PIB da União Europeia. Se é um facto que estas regiões actuam como catalisadores de criatividade e inovação, não é menos verdade que nelas estão acentuados problemas de desemprego, segregação e pobreza. Urge, por isso, uma actuação integrada sobre as várias dimensões da vida urbana – ambiental, económica, social e cultural, a concretizar através de uma sociedade mais inteligente, sustentável e inclusiva. » Ler mais…

Quadro Estratégico Europeu (2014-2020), pegada para a competitividade

Informações Úteis, TTerra
admin

Assistimos, com agrado, à primeira (?) apresentação do QEE. Com agrado porque ao QEE estão associados alguns conceitos e palavras que fazem parte,há quase 25 anos, do ADN da TTerra. Palavras como competitividade, qualificação, inovação, revalorização, ecoeficiência foram sucessivamente repetidas.

» Ler mais…

A sustentabilidade dos percursos pedestres

Informações Úteis
admin

Não há dúvida que cada vez mais a população urbana procura o campo, a natureza e os espaços abertos, onde é possível o contacto directo com elementos naturais. A melhor forma de o fazer é através de percursos pedestres. Por sorte caminhar pode fazer parte da nossa vida quotidiana já que não há exercício físico mais rentável no que respeita à saúde. Nenhuma outra actividade física proporciona tantos benefícios ao organismo com tão pouco esforço. » Ler mais…

Áreas Protegidas

Avaliação Impacte Ambiental, Informações Úteis
TTerra

Áreas Protegidas
(Sítio PTCON0031: Monfurado | © TTerra)
 
Uma “área protegida” pode ser qualquer área terrestre ou marinha, cujo objectivo primordial é a conservação da natureza. No conjunto dos países membros e cooperantes com a Agência Europeia do Ambiente, existem actualmente 105.000 áreas protegidas oficialmente reconhecidas por toda a Europa. » Ler mais…

Cidades do Futuro

Agenda 21, Avaliação Ambiental Estratégica, Desenvolvimento Sustentável, Informações Úteis
TTerra

CascaisSegundo os dados da Comissão Europeia para a política regional, mais de 2/3 da população europeia vive em áreas urbanas, um número que continua a crescer. As cidades, atualmente, constituem-se como unidades essenciais para o desenvolvimento da União Europeia, desempenhando um papel fundamental no desenvolvimento territorial. Funcionam como motores da economia, como espaços de conectividade, de criatividade e inovação e, também, como centros de serviços. Porém são também locais onde se concentram problemas como o desemprego, a segregação, a pobreza, onde os problemas de natureza ambiental, tais como poluição atmosférica, ondas de calor, cheias, incêndios, entre outros, assumem uma magnitude maior pela população e bens afetados. São também locais onde as necessidades de energia, de saneamento básico, de limpeza urbana, de transportes e de um inúmero leque de serviços são maiores. » Ler mais…

Criança Ecológica 2012

Agenda 21, Informações Úteis
Maria Joao Figueiredo

Na Conferencia Rio+20, a decorrer nos dias 20 a 22 de Junho no Rio de Janeiro, vários são os temas a debater: água potável, biodiversidade, alterações climáticas, solo e uso do solo, resíduos, energia e oceanos, entre outros. » Ler mais…

Estudo de Impacte Ambiental – e o seu contexto biofísico e social

Avaliação Impacte Ambiental, Informações Úteis
admin

O Estudo de Impacte Ambiental (EIA) tem como objectivos caracterizar o estado actual dos factores ambientais e avaliar a sua evolução com a introdução de um determinado projecto. Mais do que uma obrigação legal, um EIA deverá constituir uma mais valia para o projeto sujeito à Avaliação de Impate Ambiental. Este deverá ser um objetivo incontornavel: ambiente uma mais valia e não um custo. » Ler mais…

Mitigação dos efeitos da seca

Informações Úteis, Recursos Hídricos, TTerra
Maria Joao Figueiredo

O ano hidrológico 2011/2012 põe-nos, novamente, numa situação de alerta e de preocupação. As reservas de água começam a escassear pondo em causa o abastecimento e a satisfação das necessidades de água. A situação é especialmente gravosa no caso dos privados, designadamente, no sector agrícola e pecuário. » Ler mais…

Zonas Inundáveis

Informações Úteis, Recursos Hídricos, Sistemas de Informação Geográfica
TTerra

Em 1998 foi publicado o Decreto-Lei nº 364/98 de 21 de Novembro que estabelece que os municípios com aglomerados urbanos atingidos por cheias pelo menos desde o ano de 1967 e, para os quais não tenha sido definido em portaria a zona ameaçada pelas cheias, ou zona adjacente, em conformidade com o Decreto-Lei nº 468/71, de 5 de Novembro e com o Decreto-Lei nº 89/87, de 26 de Fevereiro, deverão elaborar uma carta de zonas inundáveis. » Ler mais…

Intervenções em Rede Natura 2000

Gestão Ambiental, Informações Úteis
admin

A Rede Natura 2000 consiste numa rede ecológica definida para o espaço Comunitário da União Europeia, que decorre da aplicação das Directivas nº 79/409/CEE (Directiva Aves) e nº 92/43/CEE (Directiva Habitats). Tem como finalidade assegurar a conservação a longo prazo das espécies e habitats mais ameaçados do espaço europeu e, assim, contribuir para a salvaguarda da biodiversidade. É constituída pelas Zonas de Protecção Especial (ZPE), destinadas a garantir a conservação das espécies de aves listadas no anexo I da Directiva Aves, e pelas Zonas Especiais de Conservação (ZEC), que visam assegurar a conservação dos habitats naturais e dos habitats das espécies da flora e da fauna selvagens, ameaçados e listados nos anexos I e II da Directiva Habitats. » Ler mais…