os seus recursos. os seus limites os seus recursos. os seus limites os seus recursos. os seus limites os seus recursos. os seus limites os seus recursos. os seus limites os seus recursos. os seus limites

TTerra - Engenharia e Ambiente, Lda.

A TTerra é uma empresa de consultoria independente especializada no domínio da Engenharia, Ambiente e Ordenamento do Território. Actuamos desde 1991 no caminho do desenvolvimento sustentável e da responsabilidade social. Acreditamos na palavra inovação, no caso eco-inovação, no desenvolvimento sustentável, nos seus vários contextos e nas suas diversas formas, constituindo, para além de um desígnio, uma parte muito significativa da nossa Missão. Este é o nosso espaço online. Visite as diferentes secções para ficar a conhecer um pouco melhor a empresa e os nossos serviços, ou então esta página que é o nosso blog corporativo, onde poderá encontrar sempre a informação mais actualizada e pertinente das diferentes áreas em que actuamos. Obrigado pela sua visita!

Regularização das atividades industriais, pecuárias, operações de gestão de resíduos e pedreiras

Informações Úteis
Maria Joao Figueiredo

A Lei n.º 21/2016, de 19 de julho, relativa à salvaguarda da regularização das explorações pecuárias e outras, altera o prazo estabelecido no Decreto -Lei n.º 165/2014, de 5 de novembro.
O Decreto-Lei n.º 165/2014 estabelece com carácter extraordinário o regime de regularização de estabelecimentos e explorações que não dispõem de título de exploração ou de exercício válido face às condições atuais da atividade, designadamente por motivo de desconformidade com os planos de ordenamento do território vigentes ou com servidões administrativas e restrições de utilidade pública.
Com a publicação da Lei n.º 21/2016, o prazo de regularização foi prorrogado por mais um ano (até 19 de julho de 2017), Possibilitando, assim, que estabelecimentos e explorações ainda não licenciadas possam fazê-lo durante este ano.

Este regime extraordinário aplica-se a:
•Atividades industriais, atividades pecuárias, operações de gestão de resíduos, pedreiras e minas;
•Estabelecimentos existentes que não dispõem de qualquer título válido de exercício de atividade, incluindo as situações de desconformidade com os instrumentos de gestão territorial vinculativos dos particulares ou com servidões administrativas e restrições de utilidade pública;
•Estabelecimentos ou instalações que possuam título válido de exercício de atividade, mas cuja alteração ou ampliação não sejam compatíveis com os instrumentos de gestão territorial vinculativos dos particulares ou com servidões e restrições de utilidade pública.

Prestamos assessoria no licenciamento e regularização destas atividades. Para mais esclarecimentos não hesite em nos contactar.

Controlo de plantas infestantes nos taludes das lagoas de retenção dos efluentes pecuários

Gestão Ambiental, Informações Úteis
Maria Joao Figueiredo

» Ler mais…

Valoração dos Serviços dos Ecossistemas

Gestão Ambiental, Informações Úteis
TTerra

Quanto vale o trabalho das abelhas na polinização das culturas agrícolas? Quanto vale a capacidade de reciclagem de nutrientes dos ecossistemas? Quanto vale a pureza da água de uma montanha? Quanto vale a capacidade de processamento da poluição dos nossos solos e linhas de água? Quanto vale o bem-estar proporcionado por um passeio na natureza? Quanto vale uma paisagem natural? Quanto vale o reservatório de carbono de uma floresta, de um sapal ou de uma turfeira? Quanto vale a protecção auferida por um cordão dunar? Estas perguntas ilustram alguns dos serviços prestados pelos ecossistemas que normalmente não são valorizados economicamente e, por essa razão, não são considerados nas opções de desenvolvimento do território. » Ler mais…

A oportunidade do licenciamento industrial (Decreto-Lei n.º 165/2014, de 5 de Novembro)

Informações Úteis
TTerra

Factory_Sunset_by_BeautifulDragon322Esta é uma inequívoca oportunidade para os estabelecimentos ou explorações que, tendo comprovadamente desenvolvido atividade por um período mínimo de dois anos e se encontrem em atividade ou cuja atividade tenha sido suspensa há menos de um ano, e que não estando licenciadas, desejem regularizar essa situação. Contemplam-se: actividades industriais, actividades pecuárias, operações de gestão de resíduos e explorações de massas minerais. » Ler mais…

EM DESTAQUE: Formação em Responsabilidade Social Corporativa, Sustentabilidade e Desenvolvimento Internacional

Informações Úteis
TTerra

CSR_FI_Course_Lisbon_thumbNos próximos dias 13 e 14 de Outubro (cancelado, nova data a anunciar), numa parceria entre a TTerra, CSR Finance Institute e Systemicsphere, vai decorrer em Lisboa um curso de formação com foco na temática da Responsabilidade Social Corporativa (RSC), Sustentabilidade e Desenvolvimento Internacional. Constituindo-se como uma oportunidade única, esta formação será conduzida pelo Dr. Michael Hopkins (com experiência no sector empresarial, Banco Mundial e Nações Unidas) e pela Dr. Sofia Santos (Doutora em Economia com foco no desenvolvimento sustentável e autora do livro “Banking in Portugal and the Green Economy). Os participantes irão adquirir competências em como implementar a RSC e Desenvolvimento Sustentável em Projetos e Programas, que vão desde programas de criação de emprego até aos próprios projetos pessoais. Uma acção que constituirá um enorme Valor para os participantes, a um preço muito acessível.

 

Para mais informações: www.tterra.pt/formação (clique aqui).

Flyer: CSR, Sustainability and International Development

O valor do Parques urbanos

Informações Úteis, Ordenamento do Território
Helena Abelha

Falar em parques urbanos não é uma novidade, longe disso. Há muito que técnicos e entidades com responsabilidades na sua conceção e gestão os referem como destacados elementos de sustentabilidade no espaço urbano. A essência desta afirmação reside a utilização ambiental, social e economicamente inteligente que é dada ao que de melhor a natureza proporciona e que permite, em termos práticos, uma valorização significativa dos recursos naturais e uma redução substancial dos custos de intervenção e de manutenção. Mas que outros benefícios lhe podem ser atribuídos? » Ler mais…

Ser responsável com a natureza

Informações Úteis
admin

As férias na natureza devem obrigar a algumas boas práticas para disfrutar do meio envolvente de forma ecológica e responsável:

1 – Desloque-se de forma sustentável: O ideal é optar pelos transportes públicos. No entanto, caso não tenha alternativa ao transporte particular, partilhe a viagem e conduza de forma eficiente. No local, o mais ecológico e saudável é ir a pé ou de bicicleta e evitar veículos todo-o-terreno, motos e quads que, para além de provocarem a erosão do solo, causam poluição sonora que afeta o meio envolvente. » Ler mais…

A integração da abordagem LID (ou SUDS ou WSUD) no planeamento urbano

Informações Úteis
admin

Low Impact Development (LID), sustainable urban drainage systems (SUDS) ou water sensitive urban design (WSUD), embora com terminologias diferentes, tratam-se de abordagens, que numa perspectiva da engenharia, apresentam um novo paradigma para o ciclo urbano da água. Low Impact Development (LID) é definida pela USEPA como uma abordagem para o desenvolvimento do território que trabalha com a natureza para a gestão das águas pluviais tão próximo quanto o possível da sua origem. Os seus princípios são a preservação e usufruto das características da paisagem naturais, a minimização da impermeabilização de forma a criar uma drenagem funcional e apelativa que vê as águas pluviais como um recurso em vez de um resíduo (USEPA, 2013). » Ler mais…

Estratégia municipal para a conservação e valorização da natureza e da biodiversidade

Gestão Ambiental, Informações Úteis
admin

A Estratégia Municipal para a Conservação e Valorização da Natureza e da Biodiversidade constitui uma oportunidade para localmente se atuar na melhoria do estado de conservação da natureza e da biodiversidade e assegurar a sobrevivência do património natural face aos processos globais e regionais e locais que ameaçam esses valores. » Ler mais…

Agro-floresta sustentável, desafios e oportunidades

Informações Úteis
admin

 A floresta tem um posicionamento perfeito para a “simbiose industrial” que se deseja e incentiva.

 

A discussão no sector Agro-florestal sobre a profissionalização na prestação de serviços agrícolas e florestais é uma temática muito atual, designadamente com a instituição de um Alvará no setor. Mais do que a oportunidade de criação de um Alvará para as empresas agro-florestais, que torne o setor mais regulado, esta discussão tem implícita uma das respostas que o país deve dar face ao actual panorama económico.

Assim, se queremos um setor primário com elevada capacidade para dar resposta às necessidades internas e de externas de exportação, a clarificação da capacidade técnica das empresas do setor, com a criação do Alvará, irá permitir inovar, bem como aumentar a produtividade e competitividade da nossa agricultura e produção florestal. Outra consequência será a redução de custos e, simultaneamente, a criação de um nicho de mercado mais abrangente. Não se deve, pois, descurar a estreita ligação da criação do Alvará com a implementação dos processos de Certificação da Gestão Florestal, numa relação que se pretende bi-direccional e que irá surgir naturalmente. » Ler mais…